10 gênios campeões – mas não por suas seleções

10 gênios campeões – mas não por suas seleções

Eles encantaram o mundo, ganharam de tudo por seus clubes, mas não experimentaram grandes glórias por seus países.

COMPARTILHAR

A decisão de Lionel Messi de se aposentar da seleção argentina após seu quarto vice-campeonato em torneios oficiais o colocou em uma seleta galeria futebolística. Assim, o craque se junta a outros gênios que encantaram o mundo, mas que jamais foram campeões em torneios oficiais a nível profissional de seleções.

A lista abaixo, portanto, não leva em conta torneios olímpicos, que por muito tempo apenas contaram com atletas amadores – e que, a partir de 1984, acabou restrito a jogadores sub-23 – caso de Messi, medalhista de ouro em 2008, na China, aos 21 anos. Confira:

George Weah
George Weah
Fora da curva em um país pequeno e sem tradição no futebol, Weah sonhou, mas no fundo sabia que era quase impossível ser campeão por sua seleção.

Jamais jogou a Copa, mas pagou do próprio bolso todas as despesas necessárias para que o time disputasse a Copa Africana de Nações em 1996.

Sequer passou da primeira fase, mas ficou eternizado para sempre como o maior embaixador do futebol de seu país. (Foto: Reprodução)
« 1 de 10 »

Deixe seu comentário!

comentários