A história do uniforme verde da Alemanha

A história do uniforme verde da Alemanha

Tradicional uniforme reserva da seleção foi utilizado pela última vez na Eurocopa de 2012

COMPARTILHAR

O uniforme de listras rubro-negras e horizontais da Alemanha chamou atenção na última Copa do Mundo pelo fato de a camisa reserva desta seleção nacional ser tradicionalmente verde. Mas qual é a história sobre a origem desta cor que não está presente na bandeira do país europeu?

deutscher fussbal-bund
Atual símbolo da federação alemã de futebol, adotado em 1926

Derrotados na Segunda Guerra Mundial, os alemães também foram banidos dos campeonatos internacionais em vários esportes e puderam disputar alguns deles somente após 1950, fato que os impediram de participar do Mundial sediado no Brasil.

Com o retorno às competições, a equipe nacional passou a jogar com mais frequência fora de seus domínios. A camisa reserva, então, foi definida como verde devido ao símbolo da federação de futebol local, esta supostamente inspirada na cor dos gramados.

Um boato diz que a escolha da tonalidade ocorreu em virtude de um jogo contra a Irlanda, que teria sido o primeiro adversário da Alemanha Ocidental depois da guerra. Mas o primeiro compromisso do país germânico foi a vitória por 1 a 0 contra a Suíça, em 22 de novembro de 1950.

final da Copa do México de 1986
Em 1986, Alemanha perdeu a única final de Copa na qual jogou de verde (Foto Reprodução)

Além disso, a primeira partida contra um rival que não tinha o alemão como língua oficial ocorreu em 17 de junho de 1951, na derrota por 2 a 1 para a Turquia. Somente em 7 de outubro do mesmo ano houve o jogo diante da Irlanda, com derrota por 3 a 2.

Uma vez definido o novo uniforme, a Alemanha o usaria em Copas oito vezes. Em 1954, retornando de punição, a metade ocidental do país trajou verde em duas oportunidades na campanha que resultou em seu primeiro título mundial, na Suíça.

Em Copas, Alemanha usou verde pela última vez em 1990 (Foto : Reprodução)
Em Copas, Alemanha usou verde pela última vez na semifinal de 1990, antes de sua reunificação (Foto : Reprodução)

Depois, a camisa reserva foi utilizada duas vezes na conquista da Copa de 1974, em casa, duas na Copa de 1986, quando o país foi vice-campeão diante da Argentina, uma na Copa de 1970 e a última no tricampeonato de 1990, na semifinal contra a Inglaterra.

Até 2000, o uniforme verde foi vestido somente em Eurocopas, embora tivesse sido opção nos Mundiais de 1994 e 1998. Com a virada do milênio, a seleção deixou de lado a tradição e passou a usar cinza, preto ou vermelho como fardamento de visitante.

O verde retornou 12 anos mais tarde para a Eurocopa, na Polônia e na Ucrânia. O motivo foi um tributo aos 40 anos do título continental vencido na Bélgica, em 1972, quando a camisa reserva foi usada nas quartas de final, contra a Inglaterra.

uniforme reserva da Alemanha
Mesut Özil com a camisa verde da Alemanha, remodelagem do modelo de 1972 (Foto: Reprodução)

Na gola desta camisa comemorativa está escrito “1972 – o começo da história de sucesso” e “2012 – um novo capítulo esperando para ser escrito”. O sucesso europeu, porém, não foi repetido, já que a Itália eliminou a Alemanha na semifinal.

Curiosamente, a Alemanha ganhou seus quatro títulos mundiais (1954, 1974, 1990 e 2014) jogando com o uniforme principal. O verde foi usado na final de 1986, no México, enquanto os outros três vices (1966, 1982, 2002) foram obtidos de camisa branca.

Deixe seu comentário!

comentários