Esse jogador levou um dos maiores ganchos da história do futebol inglês

Esse jogador levou um dos maiores ganchos da história do futebol inglês

Por cotovelada em jogo da terceirona, Calvin Andrew, do Rochdale, foi punido com 12 jogos de suspensão

COMPARTILHAR
Calvin Andrew
Calvin Andrew (foto), do Rochdale, agrediu o zagueiro Peter Clarke, do Oldham Athletic (Reprodução/FA)

Os casos de agressão física de jogadores, em maior ou menor intensidade, inflamam os debates nas mesas redondas da vida em praticamente todas as rodadas. Cartão amarelo foi pouco? Vermelho direto nessa jogada é rigoroso demais? Ele merecia punição por reincidência? Enfim, esse tipo de situação é algo que estamos acostumados a ver.

Apesar da nossa relativa familiaridade, porém, há um exemplo recente protagonizado na terceira divisão do futebol inglês que impressiona, senão pelas imagens, definitivamente pela rigidez. A federação que comanda o esporte no país (FA) anunciou, nesta sexta-feira (4), a suspensão por 12 jogos do atacante Calvin Andrew, do Rochdale.

O jogador, de 29 anos, foi punido em razão de uma forte cotovelada desferida no rosto do experiente zagueiro Peter Clarke, durante o segundo tempo da vitória do time da casa sobre o Oldham Athletic, por 1 a 0, em 29 de outubro, pela League One. Ele não recebeu advertência em campo. A FA, então, analisou o caso e o sentenciou por conduta violenta.

Em geral, a punição para ocorrências semelhantes é de 3 jogos na Inglaterra. Mas a entidade entendeu que seria “claramente insuficiente” seguir o padrão mencionado e, após a audiência de uma comissão reguladora independente, na quinta-feira (3), quadruplicou a pena de Calvin Andrew, tornando-a uma das maiores da história do futebol inglês.


Para efeitos comparativos, o uruguaio Luis Suárez foi suspenso por 10 partidas devido à mordida no sérvio Branislav Ivanovic em abril de 2013, durante jogo entre Liverpool e Chelsea. Em setembro de 1998, Paolo Di Canio recebeu ganho de 11 jogos por empurrar o árbitro Paul Alcock no encontro de sua equipe, o Sheffield Wednesday, diante do Arsenal.

Em casos de violência, Calvin Andrew só está atrás de Éric Cantona, que ficou na geladeira por nove meses em decorrência do seu famoso chute de kung fu no torcedor do Crystal Palace Matthew Simmons, em 1995. Expulso, o jogador do Manchester United se revoltou com as provocações do rival no Selhurst Park e lhe aplicou uma voadora histórica.

As outras punições mais longas estão relacionadas a fatores extracampo. Em 2003, Rio Ferdinand foi suspenso por oito meses por faltar no exame antidoping. Naquele ano, Mark Bosnich testou positivo para cocaína e foi afastado por nove meses. Em 2004, o romeno Adrian Mutu vivenciou a mesma situação, mas sofreu pena de sete meses.

Agora, resta a Calvin Andrew encontrar um passatempo até janeiro do ano que vem, quando ele deve retornar aos gramados.

Deixe seu comentário!

comentários